Monitorização de avifauna e quirópteros no Parque Eólico do Guardão – Fase de pré-construção

ProjetosComentários fechados em Monitorização de avifauna e quirópteros no Parque Eólico do Guardão – Fase de pré-construção1234

A NOCTULA – Consultores em Ambiente foi responsável pelo estudo de monitorização de avifauna e quirópteros durante a fase de pré-construção (Ano 0) do parque eólico do Guardão.

No âmbito do processo de AIA nº 2227 (Parque Eólico de Guardão), a Comissão de Avaliação (CA) nomeada para o efeito considerou necessário o envio de elementos adicionais, nomeadamente a apresentação de um estudo com os resultados da monitorização de quirópteros durante a fase de pré-construção (Ano 0), eventual reanálise de impactes (incluindo cumulativos), identificação de áreas sensíveis e proposta de medidas de minimização.

Os quirópteros constituem cerca de ¼ do total de espécies de mamíferos. Nos últimos anos, o declínio das populações de certas espécies e a consciencialização de que muitas delas estão entre os animais mais ameaçados, levou a que ocupassem lugar de destaque ao nível da sua conservação.

Devido às suas características os quirópteros são considerados de grande importância ecológica, uma vez que contribuem não só para a biodiversidade, mas também intervêm nos processos ecológicos, tais como o controlo das populações de insetos e o ciclo de nutrientes nos ecossistemas naturais e humanizados.

De forma a garantir a sua conservação é necessário elaborar planos de monitorização que assegurem a continuidade das espécies. Assim, e de forma a cumprir os objetivos definidos para a monitorização de quirópteros, na área do parque eólico de Guardão, os parâmetros estudados e as épocas em que foram amostrados complementaram os resultados obtidos durante os trabalhos de campo realizados no âmbito do Estudo de Impacte Ambiental, incluindo:

1. A prospeção de potenciais abrigos ao longo da área a ser afectada pela construção do futuro parque eólico;

2. A prospeção de abrigos na área da envolvente próxima do parque eólico (num raio de 5 km em torno da área prevista para a instalação do parque eólico), visando o mapeamento de todos os potenciais abrigos para espécies cavernícolas, ubíquas e/ou fissurícolas ocorrentes (e.g. incluindo as potencialmente associadas a áreas mineiras desativadas), cuja preservação/melhoria deverá ser equacionada como medida de minimização/compensação a adotar para este grupo;

3. A determinação dos principais habitats usados pelos quirópteros durante a sua atividade noturna na área envolvente e a afetar pela construção do parque eólico;

4. A aferição do elenco de espécies de quirópteros ocorrente na área de estudo.

NOCTULA_morcegos_hibernar

De forma a cumprir os objetivos definidos no plano de monitorização de avifauna, na área do Parque Eólico do Guardão, os parâmetros estudados, complementaram os resultados obtidos durante os trabalhos de campo realizados no âmbito do Estudo de Impacte Ambiental, permitindo descrever a situação de referência, incluindo:

  1. Censos de aves diurnas na área a ser afectada pela construção do futuro Parque Eólico de Guardão;
  2. Censos de aves noturnas na área a ser afectada pela construção do futuro Parque Eólico de Guardão;
  3. A determinação das principais áreas de distribuição e habitats usados pelas aves durante a sua atividade na área a afetar pela construção do Parque Eólico;
  4. A aferição do elenco de espécies de aves ocorrente na área de estudo.

Apesar do reconhecimento dos aspetos positivos associados à energia eólica, esta provoca impactes sobre as populações de aves, podendo ser mais um factor com significância na viabilidade das populações, principalmente as que apresentam estatuto de ameaça e/ou cuja tendência populacional não é conhecida. As ameaças mais vulgarmente associadas à exploração eólica são a mortalidade direta das aves, por colisão com os aerogeradores, a fragmentação dos habitats derivada das atividades de construção e a perturbação proveniente da manutenção e das acessibilidades.

aves-turbina-eólica

Este artigo mostra a importância que a monitorização dos sistemas ecológicos tem na avaliação de impactes decorrentes da fase de construção e de exploração de um parque eólico, de forma a definir medidas de minimização/compensação adequadas: http://noctulachannel.com/morcegos-mortos-parques-eolicos-razao.

Caso necessite de algum serviço nesta área não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

Related Posts