Nova Certificação de Eficiência Energética alargada à Indústria

Ambiente, Blog, Eficiência EnergéticaComentários fechados em Nova Certificação de Eficiência Energética alargada à Indústria326

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInBuffer this pagePin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Investor Confidence Project (ICP) Europeprojeto que reúne um conjunto de protocolos para o desenvolvimento e medição de melhorias de eficiência energética, anunciou que a partir de agora, a Certificação Investor Ready Energy Efficiency (IREE), passará a ser aplicável também a projetos de eficiência energética na indústria, iluminação pública e redes urbanas de calor e frio. Anteriormente esta certificação era apenas aplicada em projetos de eficiência energética no setor dos edifícios.

Já em 2016, aquando da atualização da política energética comunitária para a energia, a Comissão Europeia tinha apontado os protocolos do ICP como a “melhor prática”, para maximizar o desempenho ambiental em edifícios e promover o interesse e confiança dos investidores.

Este alargamento na tipologia de projetos abrangidos, recebeu o apoio financeiro do programa-quadro Horizonte 2020 da União Europeia.

O ICP tem como objetivo principal o desenvolvimento de ferramentas para a standardização de projetos de eficiência energética, através da utilização das melhores práticas existentes, de modo a tornar os projetos mais atrativos para os investidores.

Utilizando a certificação IREE é possível promover a redução dos custos de transação e aumentar a confiança na concretização das poupanças, potenciando assim, o envolvimento de capital privado e o aumento dos investimentos em eficiência energética a nível global.

A expansão desta nova certificação energética, será realizada por um consórcio de entidades europeias, que inclui a consultora nacional RdA Climate Solutions a operar em Portugal e Espanha, a EnergyPro Ltd e a Verco no Reino Unido, a Serimus na Alemanha, e a Denskatt na Áustria e Bulgária, bem como o Energy Efficiency in Industrial Processes (EEIP) e o GRESB.

Entretanto, o Green Business Certification Inc. (GBCI) em parceria com o Environmental Defense Fund (EDF), anunciaram uma visão estratégica comum, de modo a desenvolver e promover os protocolos ICP como o principal standard global para o desenvolvimento de projetos de eficiência energética.

Na sequência desta estratégia o ICP passou a integrar o portfólio do GBCI, que inclui sistemas como o Leadership in Energy and Environmental Design (LEED) ou o Global Real Estate Sustainability Benchmark (GRESB), com o objetivo de aumentar o nível de investimento na eficiência energética.

Fonte: Ambiente MagazineEdifícios Energia

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInBuffer this pagePin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Related Posts