Programa “Sê-lo Verde” torna Festivais de Música mais sustentáveis

Ambiente, BlogComentários fechados em Programa “Sê-lo Verde” torna Festivais de Música mais sustentáveis706

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInBuffer this pagePin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Festivais de Música mais verdes

“O Ambiente Aprova a Natureza Aplaude”

Numa altura em que os festivais de música atraem mais de 2 milhões de espetadores por ano, estes eventos têm de se diferenciar para se manterem uma referência. Serem reconhecidos pelas suas iniciativas ambientais é um dos pontos a ter em consideração.

O governo português quer incentivar a adoção de critérios que reduzam os impactes e promovam o uso eficiente de recursos e é nesse sentido, que surge o programa “Sê-lo Verde”, que se destina a apoiar medidas inovadoras, de caráter e impacto ambiental positivo, a serem implementadas em festivais de música.

Nos festivais de música em Portugal, “a água consumida seria suficiente para encher quatro piscinas olímpicas, o combustível gasto permitiria 5.500 viagens de autocarro entre Lisboa e o Porto, os resíduos produzidos encheriam 200 camiões de lixo e as emissões de dióxido de carbono equivaleriam às de 850 viagens de avião entre Lisboa e o Porto”.

O programa “Sê-lo Verde”, surge no sentido de tentar combater e minimizar estes números. É uma iniciativa do Ministério do Ambiente e Fundo Ambiental e destaca os seguintes objetivos:

  1. Incentivar a adoção de critérios ambientais que contribuam, de modo efetivo, para uma redução de impactes e eficiência no uso de recursos materiais e energéticos em festivais de música organizados em Portugal;
  2. Incentivar a adoção de abordagens inovadoras para um uso eficiente e produtivo dos recursos;
  3. Contribuir para a educação e sensibilização ambiental dos grupos de interesse envolvidos – promotores, marcas, municípios, espetadores e comércio local envolvente;
  4. Valorização e promoção da vertente ambiental do evento, junto do público nacional e internacional, pelos promotores, marcas e instituições públicas associadas.

Ações propostas para a melhoria da qualidade ambiental nos festivais de música

– Produção de energia no recinto através de bicicletas com dínamo;

– Poder reutilizar as estruturas e materiais promocionais;

– Deslocação de bicicleta com parques seguros;

– Incentivos ao uso de transportes públicos e car sharing;

Bilhetes eletrónicos;

Mais ecopontos nos recintos e sacos para colocar os resíduos;

– Plantar árvores e plantas, mais espaços verdes;

Casas de banho ecológicas, com sabão biodegradável;

Cinzeiros portáteis e ecopontos para pastilhas elásticas;

– Aumentar a reciclagem e compostagem;

– Maior eficiência energética e uso de energias renováveis.

O programa Sê-lo Verde, suportado por verbas do Fundo Ambiental 2017, atribuirá aos promotores dos Festivais, incentivos à adoção de boas-práticas, num valor total de 500.000 euros.

Candidaturas

Os beneficiários do programa têm de ser festivais de média dimensão (5 mil a 25 mil espectadores por dia), ou de grande dimensão (mais de 25 mil espectadores por dia). Outra das condições é que o evento se realize até 30 de setembro de 2017 e tenha duração superior a um dia.

As candidaturas podem feitas através do portal do Fundo Ambiente, desde o dia 20 de fevereiro. As promotoras  têm até dia 31 de março para submeter as candidaturas, que serão avaliadas até ao dia de 30 de abril.

Fontes: Eco.nomia, DNJpn

Imagem de destaque: Pixabay

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInBuffer this pagePin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Related Posts