fbpx

Um dia na vida de um técnico de manutenção de aerogeradores

A vida dos técnicos de manutenção que trabalham na área das energias renováveis, principalmente na Parques Eólicos, é algo complexo, místico e visto com alguma curiosidade por parte das pessoas que não trabalham na área.

Nos dias de hoje são cada vez mais os países a investir nas energias renováveis e a energia eólica é de todas as energias a que atualmente está mais em foco a nível mundial. Ao gerar energia limpa, torna-se numa das alternativas mais viáveis, face às perturbações do mercado do petróleo e ao cumprimento das Quotas de Carbono.

Aerogeradores

Com o crescente investimento na energia eólica, são cada vez mais as empresas a apostar e investir em melhores equipamentos e em inovadoras tecnologias, de forma a aumentar a capacidade de produção elétrica. No entanto, quando há algum problema técnico, os equipamentos precisam de ser corrigidos rapidamente. É aí que entra o trabalho de um técnico de manutenção, um trabalho que nem todas as pessoas estão capacitadas para fazer.

Apesar do princípio de funcionamento de um aerogerador ser fácil de entender, estes equipamentos contêm um sistema complexo e altamente tecnológico, que envolve conhecimento em várias áreas que se complementam: a aerodinâmica, a mecânica e elétrica e ainda o controle de sistemas.

O ciclo de vida dos aerogeradores é de aproximadamente 20 anos (mais de 120.000 horas), no entanto, é necessária uma constante manutenção e reparação de todas as peças e sistemas integrados aos aerogeradores. Algumas peças são trocadas de 2 em 2 anos, como travões, amortecedores, óleos das caixas de velocidade, etc. As partes dos sistemas de orientações das pás, por exemplo, devem ser substituídas quando se aproximam os 5 anos.

Para além das trocas de peças, que se fazem com um intervalo de tempo mais espaçado, os técnicos e especialistas tem de fazer as chamadas “rotinas preventivas”, ou seja, reparações e inspeções que são realizadas num intervalo de tempo mais curto, normalmente 1 ano, em todos os equipamentos, principalmente em aerogeradores, assegurando assim, o bom funcionamento das turbinas eólicas.

São necessários diversos especialistas para incorporar estas máquinas nos complexos eólicos, neste sentido, várias pessoas questionam-se sobre como será a vida de um técnico de aerogeradores que trabalham nas alturas para ajudar a construir um futuro mais sustentável!

Como será a vida dos técnicos que sobem às alturas para fazer a montagem e manutenção destes equipamentos? Quais as dificuldades e riscos?

Aqui ficam alguns vídeos que exemplificam as aventuras, as dificuldades e os perigos encontrados diariamente pelos técnicos de aerogeradores.

Aqui ficam alguns vídeos que exemplificam na perfeição as aventuras, dificuldades e perigos encontrados diariamente pelos técnicos de aerogeradores.

 

Técnicos da empresa dinamarquesa VESTAS, empresa líder mundial em soluções de energia eólica

Com o crescimento das energias renováveis, nomeadamente da energia eólica, cada vez mais as instituições de ensino dão ênfase a cursos nesta área. Vê aqui o vídeo da primeira subida a um aerogerador, de um grupo de estudantes dos USA.

A alpinista Jessica Kilroy, por exemplo, adora o desafio da reparação das pás.

Leia ainda o artigo: Como funciona um aerogerador?

Fonte: Portal Energia

NOCTULA – Consultores em Ambiente presta diversos serviços para o setor da Energia Eólica, em todas as áreas de intervenção:

  • Pedido de Enquadramento no Procedimento de Avaliação de Impacte Ambiental (AIA);
  • Estudos relacionados com os procedimentos de Avaliação de Impactes (EIA) e Incidências Ambientais (EIncA);
  • Relatórios de Conformidade Ambiental do Projeto de Execução (RECAPE);
  • Elaboração e Implementação de Medidas Minimizadoras e Compensatórias.

 

Alguns trabalhos já realizados:

 

Caso necessite de algum serviço nestas áreas, não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

… o que interessa deve ser partilhado!

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.