Financiamento para projetos ambientais

A Comissão Europeia e o Banco Europeu de Investimento (BEI) lançaram dois instrumentos financeiros para fomentar o investimento na eficiência energética, na preservação do capital natural e na adaptação às alterações climáticas.

“O objetivo é desbloquear investimentos públicos e privados através de uma combinação de empréstimos do BEI com o financiamento ao abrigo do Programa LIFE para o Ambiente e a Ação Climática da União Europeia”, informa a Comissão Europeia em comunicado.

Desde 1992, o Programa Life cofinanciou 3954 projetos em todo o espaço da UE, tendo já contribuído com cerca de 3,1 mil milhões de Euros para a proteção do ambiente.

O primeiro instrumento — o Mecanismo de Financiamento do Capital Natural — prevê um orçamento total de 100 a 125 milhões de euros para o período 2014-2017 e apoiará projetos viáveis no domínio da natureza e da adaptação às alterações climáticas.

O segundo instrumento, Instrumento de financiamento privado para a eficiência energética (PF4EE), visa aumentar o financiamento privado de projetos na área da eficiência energética.

O Regulamento (UE) N.º 1293/2013 do Parlamento Europeu e do Conselho de 11 de dezembro de 2013, publicado no Jornal Oficial L 347/185, de 20 de Dezembro de 2013, que revoga o Regulamento (CE) N.º 614/2007 do Parlamento Europeu e do Conselho de 23 de Maio de 2007 (LIFE+), institui o Programa para o Ambiente e a Ação Climática (LIFE) para o período 2014-2020.

Desde 1992, o Programa Life cofinanciou 3954 projetos em todo o espaço da UE, tendo já contribuído com cerca de 3,1 mil milhões de Euros para a proteção do ambiente.

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.