fbpx

Licenciamento Ambiental – Elementos processuais

A Portaria n.º 399/2015, de 5 de novembro estabelece os elementos necessários aos procedimentos ambientais previstos no regime de Licenciamento Único Ambiental para atividades industriais ou similares a industriais, nomeadamente, operações de gestão de resíduos e centrais termoelétricas. Relativamente à atividade pecuária, é a Portaria n.º 398/2015, de 5 de novembro que estabelece os elementos necessários.

licenciamento ambiental portaria

O Licenciamento Único Ambiental (LUA), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 75/2015, de 11 de maio, incorpora, num único título, diversos regimes de licenciamento no domínio do ambiente. O novo regime vai contribuir para reduzir a dispersão legal e minimizar os custos relacionados com a morosidade dos procedimentos associados à multiplicidade de licenças.

O LUA pressupõe que o requerente de uma licença ambiental entregue todos os elementos instrutórios numa única vez e via Internet, servindo estes todos os procedimentos necessários subsequentes. O TUA passa a ser o único ato que congrega os vários regimes jurídicos previstos, e respetivos procedimentos, para obter licenciamento ambiental:

  • Regime jurídico da avaliação de impacte ambiental;
  • Regime de prevenção de acidentes graves que envolvam substâncias perigosas;
  • Regime de emissões industriais;
  • Regime de comércio de licenças de emissão de gases com efeito de estufa;
  • Regime geral da gestão de resíduos;
  • Regime de atribuição de títulos de utilização de recursos hídricos (TURH);
  • Regime jurídico da deposição de resíduos em aterro;
  • Regime jurídico do licenciamento da instalação e da exploração dos centros integrados derecuperação, valorização e eliminação de resíduos perigosos;
  • Os procedimentos ambientais previstos no regime jurídico de gestão de resíduos das explorações de depósitos minerais e de massas minerais;
  • Os procedimentos de avaliação de incidências ambientais (AINCAS).

 

A Portaria n.º 399/2015, de 5 de novembro estabelece os elementos que devem instruir os procedimentos ambientais previstos no regime de LUA para atividades industriais ou similares a industriais, nomeadamente, operações de gestão de resíduos e centrais termoelétricas, exceto centrais solares. Enquanto a Portaria n.º 398/2015, de 5 de novembro estabelece os elementos para a atividade pecuária.

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.