fbpx

Novas diretrizes para a caracterização dos materiais plásticos para reciclagem

A Plastics Recyclers Europe Associação Europeia de Recicladores de Plásticos, anunciou que o guia para a triagem de resíduos plásticos destinados à reciclagem foi atualizado, de forma a abranger novos tipos de materiais.

As orientações pré-existentes, divulgadas em 2017, foram atualizadas e complementadas com novas diretrizes, de forma a integrar maiores fluxos de reciclagem na Europa.

Os requisitos orientadores para a caracterização dos materiais plásticos para reciclagem, são baseados na experiência dos recicladores europeus de plásticos e têm como objetivo incentivar a crescente qualidade dos plásticos reciclados.

As guidelines desenvolvidas pela associação, fornecem uma referência de informação e um sistema harmonizado de caracterização de material destinado à reciclagem, orientando o mercado europeu para uma gestão eficiente e sustentável dos resíduos plásticos.

O guia para a caracterização dos materiais plásticos pode ser consultado AQUI.

A classificação dos plásticos de acordo com os fluxos definidos, melhora a eficiência do processo de reciclagem e aumenta a qualidade dos materiais reciclados.

Como a caracterização dos resíduos que chegam aos recicladores deve ser coerente em toda a UE, as guidelines especificam os materiais através dos seguintes parâmetros:

  • tipo, origens e características dos resíduos triados;
  • níveis de impurezas;
  • meios de transporte;
  • informação dos fornecedores.

Atualmente estão também disponíveis as linhas orientadoras para a triagem dos seguintes tipos de resíduos plásticos:

  • películas de PE e PP;
  • embalagens PE-HD;
  • embalagens rígidas de PP e PS;
  • PVC rígido e flexível;
  • REEE e VFV;
  • resíduos de PET transparente, azul claro e colorido.

As guidelines podem ser utilizadas tanto pelos centros de triagem, como pelas instalações de reciclagem para verificar a fiabilidade dos fornecedores. Além disso, as diretrizes podem ser aplicadas a vários sistemas de recolha de resíduos.

À medida que a indústria evolui e que as empresas avançam em direção à economia circular, os documentos orientadores deverão ser ajustados com base nas necessidades individuais e nas mudanças do mercado.

Ações e práticas coordenadas entre as várias entidades são fundamentais para estabelecer padrões e melhores práticas confiáveis, por isso, todas as entidades que sigam estas orientações, são convidadas a fornecer feedback sobre as mesmas, com o objetivo de as melhorar e adaptar às necessidades do setor.

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.