fbpx

Portugal vai ter novo Livro Vermelho dos Peixes Marinhos

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), em colaboração com o Oceanário de Lisboa, a Fundação Oceano Azul e a Câmara Municipal de Lisboa, iniciaram este ano o projeto de elaboração do novo Livro Vermelho dos Peixes Marinhos de Portugal. Prevê-se que fique concluído em 2023.

O novo Livro Vermelho visa aumentar e atualizar o conhecimento sobre as espécies de peixes marinhos que ocorrem no mar português e fundamentar as decisões necessárias para melhorar a conservação do oceano.

Em Portugal, o atual Livro Vermelho dos Peixes Marinhos de Portugal tem 30 anos e foi elaborado em 1992/3, pelo ICNF, na altura designado Instituto de Conservação da Natureza (ICN).

Em comunicado, os responsáveis explicam que “esta atualização é urgente, sobretudo num momento em que o mundo enfrenta uma crise climática e de extinção de espécies e que para preservar a biodiversidade e a vida marinha se torna essencial saber quais os níveis de ameaça a que cada espécie está sujeita”.

Para o início dos trabalhos de elaboração do novo Livro Vermelho, foi determinante a colaboração técnica e científica entre a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) e o Oceanário de Lisboa.

Como resultado dessa colaboração, das cerca de 3.263 espécies marinhas avaliadas nos últimos 3 anos, o Oceanário de Lisboa já contribuiu de forma relevante para a identificação de mais de 700 espécies, o que representa cerca de 20% das espécies marinhas avaliadas internacionalmente.

Em Portugal, 7% do mar está classificado como Área Marinha Protegida, mas num futuro próximo o objetivo é aumentar para 14%, esperando-se que seja 30% em 2030.

Fonte: Wilder

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.