energia rede elétrica poste alta tensão

Portugal no top 10 mundial da energia

Blog, Energias RenováveisComentários fechados em Portugal no top 10 mundial da energia3708

Portugal é o 10.º país mais sustentável do mundo na área da energia

Portugal subiu oito posições no Índice para o Desempenho Global na Área da Energia 2015 do Fórum Económico Mundial, face a 2014. Esta classificação compara 125 países quanto à competitividade e sustentabilidade no setor energético.

Global Energy Architecture Performance Index

primeiro lugar deste ranking pertenceu à Suíça, seguida da Noruega e França. A Alemanha, um dos países europeus que mais importância atribui às renováveis e à sustentabilidade energética, não conseguiu melhor que a 19ª posição na lista. O país com pior classificação é a República do Iémen.

Todos os países foram classificados através de 18 indicadores, considerando 3 parâmetros: crescimento económico e desenvolvimento, sustentabilidade ambiental e acessibilidade e segurança energéticas. Nestes parâmetros, Portugal teve melhor desempenho na acessibilidade e segurança, seguida pela sustentabilidade e por fim crescimento económico.

portugal índice energético global

Em 2014, e pelo segundo ano consecutivo, Portugal foi considerado o 4º melhor país do mundo em política para as alterações climáticas no Climate Index, constituído por uma rede de ONG internacionais, e foi ainda elogiado na Cimeira em Lima, pela ONU, Comissão Europeia, Banco Mundial e Instituto Global para o Crescimento Verde, que afirmaram publicamente a exemplaridade à escala mundial da fiscalidade verde e da proposta de compromisso para o crescimento verde.

Em comunicado, o Ministério do Ambiente e Energia explica que “desde 2011, o Governo tem concretizado reformas estruturais na área da energia que permitiram atingir 62% de utilização de fontes energéticas renováveis na eletricidade e o nível mais baixo de dependência energética do exterior dos últimos 20 anos.”

portugal energia indice

O Índice para o Desempenho Global na Área da Energia visa apoiar governos e intervenientes ao longo da cadeia energética, identificando o desempenho relativo dos elementos dos seus sistemas de energia, com o objetivo de difundir as melhores práticas e identificar e eliminar as piores.

Related Posts