energia renovável offshore eólicas turbinas aerogeradores

Seminário WavEC 2019: “Portugal e Noruega: Energia Renovável Marinha e Aquacultura Offshore”

Blog, Energia Renovável Offshore, Energias RenováveisComentários fechados em Seminário WavEC 2019: “Portugal e Noruega: Energia Renovável Marinha e Aquacultura Offshore”137

WavEC Offshore Renewables organizou um novo Seminário Anual, que este ano abordou a temática: “Portugal e Noruega: Energia renovável marinha e aquacultura offshore”.

O evento contou com a colaboração da Embaixada da Noruega e Innovation Norway e decorreu no dia 4 de dezembro 2019, no Museu do Oriente, Lisboa.

Durante o seminário WavEC 2019 foram apresentados projetos líderes da indústria de energias renováveis offshore e aquacultura e simultaneamente exploradas oportunidades de negócio, investigação e desenvolvimento de projetos inovadores associados à temática do oceano.

O programa para este ano destacou os seguintes temas:

  1. Eólica offshore flutuante – Noruega e Portugal em posição de liderança;
  2. Energia das ondas;
  3. Aquacultura offshore e outras oportunidades de negócio na área dos oceanos;
  4. Financiamento e investimento.

Na manhã do dia 5 de dezembro decorreram reuniões internacionais B2B. Entidades presentes:

  1. ASM Industries
  2. AW Energy
  3. Jerónimo Martins
  4. EDP
  5. Principle Power
  6. Nørd AS, Norway & Nord Portugal Lda
  7. NORWEP
  8. TechnipFMC
  9. WavEC

Da parte da tarde, para finalizar, decorreu um workshop sobre o projeto Marinenergi, numa sessão restrita a convidados.

Nota: Todo o evento será em Inglês.


A energia eólica offshore tem vindo a ganhar importância no contexto internacional. Segundo um estudo sobre o “Impacto económico potencial do setor das energias renováveis offshore em Portugal”, realizado pela PWC, nos últimos anos têm sido desenvolvidas diversas tecnologias para aproveitamento de energia eólica offshore, nomeadamente para plataformas fixas e flutuantes.

Não tendo as caraterísticas adequadas à instalação de energia eólica fixa, Portugal afirma-se como um dos pioneiros no aproveitamento de energia eólica offshore flutuante.

Segundo o estudo, Portugal tem potencialidade significativa de geração de energia eólica offshore flutuante, com uma área de 14 000 km2, com as condições ótimas para a sua produção e até 102 GW de capacidade potencial.

O nosso país tem vindo a  apostar na inovação, quer em estruturas fixas (gravíticas) quer em estruturas flutuantes, afirmando-se globalmente como pioneiro em conceitos como a exploração energética eólica offshore flutuante mundial, provando a viabilidade do conceito Windfloat (Aguçadoura, Norte de Portugal) em 2011.

A aposta do país nesta tecnologia afirmou-se ainda mais com o segundo projeto que utiliza o conceito Windfloat – a entrada em operação do Projeto Windfloat Atlantic, o primeiro Parque Eólico Marítimo em Portugal.


NOCTULA – Consultores em Ambiente, presta diversos serviços no setor das Energias Renováveis.

Consulte os nossos serviços: clique aqui.

Caso necessite de algum serviço não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: [email protected].


Fontes: Ambiente Magazine, WavEC, PWC

Related Posts