fbpx

A verdade sobre a Energia Eólica – Saúde e Segurança

As energias renováveis podem ser divididas em várias categorias, dependendo da sua fonte: hídrica, eólica, biomassa, solar, geotérmica, ondas e marés. A energia eólica é gerada pelo vento.

A independência energética, a energia limpa e barata são algumas das razões apontadas para o investimento na energia eólica. No entanto, os seus impactes têm de ser considerados quando se constrói um parque eólico.

A verdade sobre a Energia Eólica na Saúde e na Segurança

Muitas são as dúvidas existentes sobre os efeitos da Energia Eólica, nomeadamente no seu impacte na Vida Selvagem ou na poluição que produzem. Relativamente à saúde e segurança nos parques eólicos e na sua envolvência, as principais preocupações prendem-se com o efeito de sombra, o ruído e os potenciais incêndios.

Efeito Sombra

A frase do cético: A sombra das pás eólicas em rotação causa efeitos negativos na saúde.

Realidade: O efeito sombra (shadow flicker) é previsível, inofensivo e passa rapidamente. Este efeito baseia-se no ângulo do sol, na localização da turbina e na distância de um determinado observador; pode ser evitado através de vários métodos.

  • Através de modelação, as sombras de pás eólicas em rotação são previsíveis e as turbinas podem ser instaladas de forma a minimizar o efeito de sombra a apenas algumas horas por ano.
  • O efeito sombra dura apenas alguns minutos, na altura do nascer e do pôr-do-sol. Este impacte pode ser mitigado através de técnicas comprovadas, tais como plantação de vegetação.
  • A taxa intermitente das sombras no solo tem uma frequência muito mais baixa que a frequência associada com convulsões, de acordo com a entidade norte-americana Epilepsy Foundation.

A NOCTULA – Consultores em Ambiente foi responsável pelo Estudo de Efeito de Sombra de um Parque Eólico em Portugal.

efeito sombra shadow flicker

Fonte: betenenergy

 

Risco de Incêndio

A frase do cético: Ocorrem muitos incêndios em turbinas eólicas, projetando detritos em chamas para campos e florestas.

Realidade:  Um incêndio numa turbina eólica é um evento raro, existindo muitas medidas de precaução.

  • Existem apenas algumas fotografias na Internet de incidentes com incêndios ao longo de décadas de funcionamento de dezenas de milhar de turbinas eólicas em todo o mundo.
  • Sensores e sistemas de aquisição de dados tornam possível analisar por que razão uma turbina se desliga ou falha. Isto conduz a uma melhoria contínua da tecnologia, reduzindo o acontecimento de falhas.
  • Mesmo equipamentos sofisticados, sujeitos a constante movimento e por vezes em ambientes inóspitos, podem falhar.

 

As medidas de segurança para evitar incêndios em turbinas eólicas incluem:

  • sistemas que mudam o ritmo de rotação das pás eólicas para evitar o excesso de velocidade;
  • monitores de temperatura e sistemas de paragem automática para evitar sobre-aquecimento;
  • proteção contra raios e deteção de arco elétrico;
  • paragem do sistema remotamente;
  • planos de emergência, que incluem planeamento e formação com entidades locais.

 

 
Ruído

A frase do cético: O ruído de turbinas eólicas em funcionamento causa vários efeitos na saúde, incluindo tonturas, dores de cabeça, perda de sono.

Realidade:  Estudos independentes realizados em todo o mundo não têm consistentemente encontrado qualquer evidência de que os parques eólicos causam quaisquer efeitos negativos para a saúde física.

Normalmente, duas pessoas conseguem manter uma conversa num tom de voz normal mesmo abaixo de uma turbina.

  • Milhares de pessoas vivem perto de parques eólicos, sem efeitos nocivos na sua saúde.
  • Emitindo praticamente nenhuma poluição atmosférica ou da água, a energia eólica é essencial para reduzir os impactes na saúde pública do setor de energia.
  • Estudos e organizações governamentais de saúde em todo o mundo têm provado que não existem evidências da impactes negativos dos parques eólicos na saúde.
  • Estudos descobriram que pode ocorrer um efeito “nocebo”, o oposto do conhecido efeito “placebo”. O efeito nocebo descreve uma situação em que indivíduos que são levados a esperar sentir determinados sintomas físicos, como dores de cabeça ou náuseas, podem realmente senti-los.
  • Os parques eólicos são obrigados a cumprir o “Regulamento Geral do Ruído (RGR), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 9/2007, de 17 de janeiro.

 

Fonte: American Wind Energy Association

A NOCTULA – Consultores em Ambiente já coordenou  vários trabalhos para o setor da energia eólica, nomeadamente no âmbito de sobreequipamento de parques eólicos, tendo sido responsável pelo Pedido de Enquadramento do Sobreequipamento do parque eólico do Sobrado e pela elaboração de todos os elementos do respetivo Anexo Técnico e Anexo Cartográfico, pelo Estudo de Viabilidade Ambiental de 2 parques eólicos a instalar no centro de Portugal e pela Monitorização de Sistemas Ecológicos (Fauna e Flora) no Parque Eólico de São Macário II.

Caso necessite de algum serviço nestas áreas, não hesite em contactar-nos: 232 436 000.

… o que interessa deve ser partilhado!

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.