Monitorizações no Aproveitamento Hidroelétrico do Mel (fases de pré-construção, construção e exploração)

Aproveitamento Hidroelétrico, Blog, Energias Renováveis, Monitorização de Sistemas Ecológicos, ProjetosComentários fechados em Monitorizações no Aproveitamento Hidroelétrico do Mel (fases de pré-construção, construção e exploração)431

A NOCTULA – Consultores em Ambiente é a empresa responsável pela coordenação de uma série de monitorizações previstas no âmbito da Decisão de Incidências Ambientais (DIncA) e respetivos Planos de Monitorização, referente às fases de pré-construção (Ano 0), construção e exploração do Aproveitamento Hidroelétrico do Mel, localizado no concelho de Castro Daire, distrito de Viseu.

O Aproveitamento Hidroelétrico (A.H.) do Mel destina-se à produção de energia elétrica a partir de uma fonte renovável e não poluente – a água, contribuindo dessa forma para a diversificação das fontes energéticas do país e para o cumprimento das obrigações nacionais e internacionais em matéria de política energética.

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR- C), entidade competente para análise destes tipo de projeto, aprovou o projeto A.H. do Mel, com uma decisão favorável condicionada.

Para avançar para a fase de construção e exploração, o promotor do projeto, teve de dar início a várias medidas de minimização, de forma a assegurar a manutenção e equilíbrio das condições naturais da área de construção, não colocando em causa valores relevantes para a conservação nem afetando, significativamente, o equilíbrio ecológico da área de implantação do projeto.

A NOCTULA é responsável pelas seguintes monitorizações:

1) Monitorização da Qualidade da Água Superficial (Elementos físico-químicos de suporte, Diatomáceas e Macrófitos);

2) Monitorização da Ictiofauna, Macroinvertebrados e Elementos Hidromorfológicos;

3) Monitorização da Herpetofauna;

4) Monitorização da Dispersão das Espécies Exóticas Invasoras;

5) Monitorização da Flora;

6) Monitorização da Avifauna;

7) Monitorização de Quirópteros;

8) Monitorização de Toupeira-de-água.

Monitorizações com câmaras de “vídeo – armadilhagem” com sensores de movimento, no Aproveitamento Hidroelétrico do Mel.

No âmbito da construção e exploração do A.H. do Mel, a CCDR-C destaca os seguintes impactes positivos:

A nível global:

  1. Contribuição para o desenvolvimento de fontes de energia promotoras de um desenvolvimento sustentado;
  2. Diminuição da pressão imposta sobre a produção de energia a partir de combustíveis fósseis;
  3. Diminuição das emissões de poluentes atmosféricos resultantes da queima de combustíveis fósseis, em particular dos gases com efeito de estufa.

A nível nacional:

  1. Melhoria da gestão da energia no quadro da política energética nacional;
  2. Contribuição para o crescimento, de forma sustentada, das capacidades permanentes de produção energética;
  3. Diminuição da dependência nacional de combustíveis fósseis e de energia elétrica importada;
  4. Valorização e utilização de recursos naturais endógenos e renováveis;
  5. Diversificação e melhoria da qualidade do fornecimento de energia elétrica à população.

A CCDR-C considerou ainda que os impactes negativos identificados, associados, essencialmente, às fases de construção e de exploração, serão atenuados através da implementação das medidas de minimização definidas.


A NOCTULA – Consultores em Ambiente realiza várias monitorizações ambientais, nomeadamente Monitorização de Sistemas Ecológicos:

  1. Fito e Zooplâncton
  2. Flora, Vegetação e Habitats
  3. Invertebrados
  4. Herpetofauna (anfíbios e répteis)
  5. Aves
  6. Mamíferos voadores – quirópteros (morcegos)
  7. Mamíferos terrestres
  8. Mamíferos marinhos

Caso necessite de algum serviço na área da Monitorização de Sistemas Ecológicos, não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

Related Posts