ONU lançou a maior plataforma de dados sobre a qualidade do ar

Ambiente, Blog, Emissões Atmosféricas, Poluição atmosféricaComentários fechados em ONU lançou a maior plataforma de dados sobre a qualidade do ar129

A poluição do ar é uma emergência ambiental e de saúde pública global, por isso é necessário e primordial existirem dados em tempo real que permitem consciencializar a população para os perigos da poluição atmosférica e para a necessidade de se adotarem comportamentos e de se implementarem estratégias que permitam melhorar a qualidade do ar em todo o mundo.

Globalmente, mais de 4,2 milhões de mortes prematuras por ano são atribuídas à poluição do ar.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 pessoas (92%) respiram ar que excede os limites de segurança.

A necessidade de agir é mais urgente do que nunca, mas para agir, os responsáveis pela elaboração e implementação de políticas internas e os cidadãos precisam de dados mais específicos que apoiem as suas decisões.

Para preencher essa lacuna, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), em parceria com o ONU-Habitat (programa que ajuda as cidades a desenvolver planos para reduzir a poluição do ar, melhorando o transporte público e o fazendo uma melhor gestão dos resíduos) e a IQAir (uma empresa suíça de tecnologia para a qualidade do ar), lançou recentemente a maior plataforma de dados de qualidade do ar do mundo, reunindo dados em tempo real de mais de 4.000 colaboradores, incluindo cidadãos, comunidades, governos e setor privado.

A plataforma foi lançada no Décimo Fórum Urbano Mundial, conta com mais de 15 milhões de  utilizadores e pretende sustentar e ampliar o principal banco de dados sobre a qualidade do ar do mundo.

Quem pode aceder aos dados em tempo real?

Os dados compartilhados numa única plataforma coordenada pela ONU, irão informar governos para que estes possam formular melhores políticas de combate à poluição do ar.

Também estarão disponíveis para todos os cidadãos, para estes possam fazer escolhas informadas sobre a sua saúde e exigir ações dos seus governos.

Os dados desta plataforma estarão ainda disponíveis para as empresas, o que pode potenciar melhores escolhas nos investimentos, proporcionando assim ambientes mais limpos e ecológicos.

A plataforma do PNUMA baseia-se na tecnologia da IQAir de forma a agregar, validar e calibrar dados sobre a qualidade do ar que até agora estavam restritos a sites ou aplicativos individuais ou não eram partilhados publicamente.

Dentro de um único país ou cidade, o acesso à informação sobre a qualidade do ar pode variar de comunidade para comunidade. Enquanto na Europa, na Ásia e na América do Norte há milhares de estações de monitorização que fornecem informações em tempo real sobre o PM2.5 (partículas-finas responsáveis por várias mortes e doenças) ao público, muitos países em desenvolvimento não têm essa infraestrutura. Por exemplo, em África, um continente de 1,3 bilhões de pessoas, possui apenas 50 estações de monitorização da qualidade do ar acessíveis ao público. No entanto, após o lançamento desta nova plataforma, esse número aumentará para 85.

A plataforma reúne dados partilhados pelo governos, ONGs, empresas, grupos e indivíduos da comunidade local. Qualquer pessoa pode se inscrever para contribuir com dados da qualidade do ar em tempo real. Para garantir a precisão dos dados, o IQAir fornece o seu mapa global da qualidade do ar para garantir a confiabilidade dos dados publicados através do seu sistema de validação e calibração, que utiliza algoritmos avançados de aprendizagem automática.

Ao melhorar o acesso a dados sobre a qualidade do ar em tempo real, espera-se que esta colaboração exclusiva entre agências da ONU, o setor privado e os governos locais, acelere os esforços para mudar a forma como o transporte, a gestão de resíduos e outros serviços são geridos nas cidades, para que a poluição do ar proveniente dessas atividades seja significativamente reduzido.

Políticas bem-sucedidas para melhorar a qualidade do ar

Na capital chinesa, Pequim, por meio de uma abordagem sistemática baseada no conhecimento científico e coordenada com sucesso de cidades e regiões vizinhas, a concentração de partículas finas (PM2.5) no ar caiu 35% em apenas cinco anos (2013-2017).

O que precisa de saber sobre Poluição Atmosférica?

A poluição atmosférica é prejudicial para a saúde humana e o ambiente. Na Europa, as emissões de poluentes atmosféricos diminuíram substancialmente durante as últimas décadas, conduzindo a uma melhoria da qualidade do ar em toda a região. No entanto, as concentrações de poluentes atmosféricos permanecem demasiado elevadas e os problemas relacionados com a qualidade do ar persistem. Uma percentagem significativa da população europeia vive em zonas, especialmente cidades, onde as normas relativas à qualidade do ar não são observadas.

Com a expectativa de que 68% da população mundial viva nas cidades até 2050, o desenvolvimento urbano planeado e as ações de política verde tornaram-se um pilar importante na mitigação dos efeitos da qualidade do ar na saúde humana e no meio ambiente.


Fontes: UNEnvironment | UnEnvironment (en)

Related Posts