Portugueses reciclaram cerca de 7,5 toneladas de resíduos em 20 anos

Ambiente, Blog, Reciclagem, ResíduosComentários fechados em Portugueses reciclaram cerca de 7,5 toneladas de resíduos em 20 anos328

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInBuffer this pagePin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

A Sociedade Ponto Verde (SPV), instituição que gere a valorização de resíduos de embalagens, através da implementação do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE), fez um balanço dos últimos 20 anos no âmbito do processo de reciclagem de embalagens e verificou que os portugueses reciclaram cerca de 7,5 milhões de toneladas de resíduos de embalagens.

A criação da SPV marcou uma mudança significativa na política ambiental do país, e atualmente, 7 em cada 10 lares portugueses fazem reciclagem dos resíduos que produzem no seu dia-a-dia.

O diretor do departamento de gestão de resíduos da Sociedade Ponto Verde, João Letras, enaltece a atual inexistência de lixeiras em Portugal e o impacto positivo que a criação de aterros teve no meio ambiente. Realça ainda o objetivo traçado para reduzir o lixo que vai atualmente para aterros para valores entre os 10% e os 20% até 2025/2030.

Devido à implementação de várias campanhas de sensibilização, em 2017 a separação de resíduos é cada vez mais um hábito diário. A população tem também, hoje em dia, um maior acesso à recolha seletiva, graças a uma rede de mais de 43 mil ecopontos espalhados por todo o país.

A Sociedade Ponto Verde refere que Portugal cumpriu os objetivos que foram definidos fixados pela diretiva europeia, que consistiam em reciclar 25% dos resíduos de embalagem em 200555% em 2011.

Dentro das tipologia de resíduos, é no vidro que Portugal está mais atrasado. A meta para 2011 apontava para a reciclagem de 60% do vidro, que embora tenha sido alcançada, tem vindo a diminuir desde essa altura. Enquanto em 2011 se reciclaram mais de 217 mil toneladas de vidro, em 2015 foram recicladas apenas 185 mil (58%).

Embora as metas da reciclagem tenham sido cumpridas, os portugueses ficam longe dos objetivos quando se trata de separar o lixo corretamente em casa. A recolha seletiva, ou seja, o lixo que chega aos ecocentros separado, deveria estar na ordem dos 30%, segundo a meta europeia. No entanto, em Portugal, apenas cerca de 13% dos resíduos chegam aos ecocentros separados, afirmou a Carmen Lima, coordenadora do Centro de Informação de Resíduos da Quercus.

Carmen Lima frisa ainda que um dos maiores problemas da gestão de resíduos, está na redução da produção. Em 2016, as metas apontavam para uma diminuição da produção em 7,6%, mas em 2015, Portugal não ia além dos 0,36%.

As novas metas da reciclagem para 2020 ainda não estão definidas, mas serão certamente mais ambiciosas do que as últimas.


O que faz a NOCTULA – Consultores em Ambiente na área dos Resíduos?

  1. Desenvolvemos planos de gestão de resíduos.

Veja o projeto de gestão de resíduos que a NOCTULA – Consultores em Ambiente desenvolveu no Palácio do Gelo Shopping em Viseu: www.noctula.pt/?p=773.


Fontes: DN, Ambiente Magazine

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInBuffer this pagePin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Related Posts