fbpx

Atualização da Lista Vermelha Europeia das Aves

Recentemente, a organização ambiental BirdLife International divulgou a nova atualização da Lista Vermelha Europeia de Aves. Esta é a 4ª avaliação, sendo que as edições anteriores foram lançadas em 1994, 2004 e 2015.

O objetivo desta nova atualização consistiu em avaliar o risco de extinção das 544 espécies de aves que ocorrem regularmente na Europa. A nova Lista rege-se pelas categorias e critérios da Lista Vermelha da IUCN, sendo que o risco de extinção de cada espécie é avaliado de “Menor Preocupação” a “Extinta”.

Os dados foram recolhidos por vários especialistas e voluntários de toda a Europa e baseiam-se em dados relativos ao período de 1980 a 2018, recolhidos em mais de 50 países e territórios, desde a Gronelândia e Islândia às Ilhas Canárias e às Ilhas dos Açores.

Na Europa, 71 espécies de aves estão ameaçadas: 8 espécies estão “Criticamente Em Perigo”, 15 estão “Ameaçadas” e 48 espécies estão em estado considerado “Vulnerável”.

Principais conclusões:
  • 1 em cada 5 espécies de aves na Europa está ameaçada ou quase ameaçada de extinção;
  • 1 em cada 3 espécies de aves na Europa diminuiu nas últimas décadas;
  • Os grupos mais ameaçados são as aves marinhas (mais de 30%), aves aquáticas e aves limícolas (mais de 40%) e aves de rapina (mais de 25%);
  • Habitats marinhos, bem como terras agrícolas, pântanos e pastagens são os habitats com espécies mais ameaçadas e/ou em declínio;
  • 35 espécies (6%) estão quase ameaçadas;
  • 5 espécies ainda estão regionalmente extintas;
  • 1/5 das aves da Europa (103 espécies) são endémicas ou quase endémicas. Destas, 24 espécies estão “Em Perigo” ou “Quase Ameaçadas”.

 

A ave endémica mais ameaçada da Europa é a pardela-balear (Puffinus mauretanicus), seguida do papagaio-do-mar (Fratercula arctica), do tentilhão-azul-de-Gran-Canária (Fringilla polatzeki) e da freira-da-madeira (Pterodroma madeira).

De uma forma geral, a atualização da Lista Vermelha indica que 30% das aves europeias têm populações em declínio, 23% estão estáveis, 21% estão a aumentar e 26% têm tendências populacionais desconhecidas.

Pode consultar detalhadamente a nova Lista Vermelha Europeia das Aves, AQUI.

Micheal O’Briain, vice-director da Unidade de Natureza da Direcção Geral do Ambiente da Comissão Europeia, em análise à nova atualização, afirma que “a conservação que se faz hoje não chega para proteger as aves das ameaças que enfrentam. É insuficiente, incompleta e a uma escala demasiado pequena”.

Os principais impulsionadores do declínio das populações de aves nos habitats europeus:

  • Alterações no uso do solo;
  • Práticas agrícolas intensivas;
  • Superexploração dos recursos marinhos;
  • Poluição das águas;
  • Práticas florestais insustentáveis;
  • Abate ilegal;
  • Espécies exóticas invasoras;
  • Alterações climáticas.
Mas também há boas notícias!

O estado de conservação do Milhafre-real (Milvus milvus), do o Grifo (Gyps fulvus) e do Priolo dos Açores (Pyrrhula murina) melhoraram significativamente. Estas são duas notáveis ​​histórias de sucesso de projetos de conservação, que mostram que abordagens direcionadas para a recuperação de espécies funcionam.

Fontes: Wilder; birdlife

NOCTULA – Consultores em Ambiente presta serviços especializados de monitorização, mitigação e investigação para aves aquáticas e marinhas, aves de rapina, passeriformes em geral, aves de montanha, estepárias e noturnas.

Metodologias:

  1. Censos de aves (transectos, pontos fixos, método dos mapas, emissão de vocalizações conspecíficas (também designado por “chamamentos de aves noturnas”));
  2. Bioacústica (monitorização e avaliação do impacte do ruído e da perturbação em bioindicadores);
  3. Radio-tracking e seguimento por satélite.

 

Conheça alguns dos trabalhos já realizados neste âmbito:

 

Caso necessite de algum serviço nesta área não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.