fbpx

Descoberta nova espécie para a flora de Portugal

Decorrente de uma ação de prospeção botânica no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, coordenada na Direção Regional de Conservação da Natureza e Florestas de Lisboa e Vale do Tejo (DRCNF-LVT), foi identificada uma espécie de planta nunca antes observada e registada em território português.

A nova espécie para a flora de Portugal, cujo nome científico é Arenaria grandiflora L. ocorre no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, quase exclusivamente, em fendas de rochas calcárias.

Para mais informações sobre esta e outra espécies, explore a plataforma Flora-on.pt.

António Flor, vigilante da natureza e especialista em botânica que exerce funções na DRCNF-LVT, é o coordenador do projeto e autor da descoberta que resultou de um processo de investigação documental relacionado com geologia, geomorfologia, pedologia e solos da área do Maciço Calcário Estremenho.

Créditos: Flora-on.pt

Ficha desta espécie:

Espécie: Arenaria grandiflora

Sub-Espécie: grandiflora

Descritor: L.

Género: Arenaria

Família: Caryophyllaceae

Distribuição em Portugal: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros

Distribuição Geral: Regiões montanhosas do Centro e Sul da Europa e Norte da África

Habitat/Ecologia: Rupícola

Época de Floração: Abril – Julho

Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental

Desde 2016, que uma equipa de botânicos juntamente com vários voluntários tem percorrido muitos quilómetros, de Norte a Sul do país, com o objetivo de recolher informações sobre a situação de várias espécies de plantas nativas no território português. O intuito desta iniciativa resultou na elaboração da 1ª Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental.

A versão digital da publicação final do projeto “Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental”, já está disponível para consulta. Pode descarregar documento em formato PDF AQUI.

A elaboração da “Lista Vermelha da Flora Vascular” tem como objetivo colmatar as lacunas que existem no conhecimento da flora vascular que ocorre em território nacional, através da recolha e da compilação de dados que permitam cartografar a distribuição da taxa autóctone de Portugal continental, e simultaneamente avaliar o risco de extinção das espécies da flora vascular, com recurso aos critérios da Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da UICN – União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN Red List of Threatened Species TM).

O projeto teve especial atenção em 621 plantas-alvo, plantas sobre as quais se supõe que estejam mais ameaçadas e sobre as quais é necessário obter mais informação, designadamente:

  1. Qual a sua localização,
  2. Qual é a sua população,
  3. Quais as principais ameaças, etc.

Saiba mais informações do projeto através do nosso artigo: 1ª edição da “Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental”.

Como posso contribuir para este projeto?

Se pretende contribuir para o projeto “Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental”, apadrinhe uma planta à sua escolha de entre as plantas-alvo do projeto. Saiba como AQUI.

Fontes: ICNF, jb.utad

A NOCTULA – Consultores em Ambiente realiza várias monitorizações ambientais, nomeadamente monitorização de sistemas ecológicos.

Monitorização de Flora, Vegetação e Habitats:

  1. Identificação da presença de espécies RELAPE;
  2. Acompanhamento da recuperação do coberto vegetal em áreas intervencionadas;
  3. Levantamentos e catálogos florísticos.

 

A nossa equipa já coordenou vários trabalhos neste âmbito, nomeadamente:

 

Caso necessite de algum serviço nestas áreas não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.