Fórum Energia 2020: “Desafios do Setor Energético – 20 e 30 de Setembro

Alterações climáticas, Ambiente, Biodiversidade, Blog, Eficiência Energética, Energia, Energia Eólica, Energia Solar, Energias Renováveis, sustentabilidadeComentários fechados em Fórum Energia 2020: “Desafios do Setor Energético – 20 e 30 de Setembro168

Nos dias 20 e 30 de setembro, vai realiza-se a 8ª edição do Fórum Energia, que tem como principal objetivo debater os principais desafios e oportunidades do setor energético, quer na dimensão política, quer na dimensão empresarial.

Os temas em debate pretendem esclarecer os próximos passos da energia em Portugal, constituindo pistas seguras para o caminho que o setor irá fazer no futuro. Em discussão, com intervenção dos principais players nacionais neste domínio, desde institucionais a empresariais, estarão temas como:

  1. a política energética;
  2. o mercado da energia;
  3. a sustentabilidade;
  4. desafios e oportunidades futuras para o setor.

Programa – Dia 20

Esta iniciativa, procura focar-se nos desafios do setor da energia, abordando as seguintes temáticas:

1) Implicações da pandemia por Covid-19 na Transição Energética

Debate: Orientações Estratégicas do Ministério do Ambiente e Ação Climática, com João Galamba (Secretário de Estado Adjunto e da Energia).

2) Estratégia Carvão Zero – O plano de encerramento antecipado das Centrais a Carvão

Debate: Representantes da Associação ZERO, REN, EDP e Endesa

3) Autoconsumo Coletivo e Comunidades de Energias

Alcançar uma quota de 47% de energia proveniente de fontes renováveis no consumo final bruto em 2030 implica que estas contribuam com pelo menos 80% da produção de eletricidade. Estima-se que a capacidade instalada, só no solar, deverá atingir 1 GW em 2030.

Debate: Representantes da Endesa X e ERSE

Mais informações sobre o Regime de Autoconsumo de Energia Renovável em Portugal: AQUI.

4) As Limitações dos Impactos Ambientais –  Valor da Preservação da Paisagem e do Património Natural

Pontos-chave:

  1. O valor do património natural e da paisagem como forma de valorizar territórios.
  2. Como minimizar os impactos sobre a paisagem e sobre o ambiente da produção de energia solar?
  3. Capacidade das autoridades que têm por missão zelar pelo cumprimento dos Regimes Jurídicos do Ordenamento do Território e do Licenciamento Ambiental, para salvaguardar o nosso património natural.

Debate: Presidente do ICNF

5) Recursos Naturais (petróleo, gás, lítio) e Paisagem – uma oportunidade ou um Desastre Ambiental?

Pontos-chave:

  1. Capacidades do país para explorar os seus recursos minerais sem comprometer as fontes de água eo património natural;
  2. Os recursos financeiros necessários para uma correta exploração dos recursos minerais, que salvaguarde os interesses ambientais e a paisagem, não inviabilizam a sua exploração?
  3. Como conciliar o aproveitamento dos recursos naturais e a estratégia para a descarbonização?

Programa – Dia 30

 1) O Cluster do Hidrogénio em Portugal

Debate: Representantes dos Projetos da Smartenerg, Resilient Group, APREN e LNEG

2) Concessões de Baixa Tensão – os passos a dar na atual legislatura

O estado da arte dos estudos técnicos sobre Concessões de Baixa Tensão

As preocupações dos municípios

A perspetiva da EDP Distribuição sobre as concessões de Baixa Tensão

Uma oportunidade para novos players?

3) A importância e o valor do Acesso às Redes. Como responder ao “Boom” de pedidos de acesso às redes?

Debate: Representantes da DGEG, Iberdrola, EDP Distribuição, Endesa Portugal, REN, APREN,  ACEMEL

Debate Final: Os desafios do setor da energia. Quem vai protagonizar a mudança: O Estado ou os Privados?

Consulte o programa completo, AQUI.

Informações sobre as inscrições, AQUI.


A NOCTULA – Consultores em Ambiente no setor das Energias Renováveis 

Consulte os serviços que a NOCTULA presta na área das Energias Renováveis: AQUI.

Para mais informações sobre os nossos serviços não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

energias renováveis, energia eólica, energia solar


Fonte: Ambiente Online

Related Posts