fbpx

Resíduos em Portugal: Cada português produziu 440 kg de resíduos num ano

A produção de resíduos em Portugal aumentou em 25% entre 1995 e 2013, segundo dados divulgados pelo Eurostat, o gabinete de estatística da União Europeia.

O Relatório sobre Resíduos Urbanos na União Europeia mostra as tendências de produção e tratamento de resíduos em cada país, desde 1995 a 2013. Existe uma tendência acentuada na diminuição de deposição de resíduos em aterro, à medida em que os países  avançam para formas alternativas de tratamento.

No cenário geral da União Europeia, nota-se uma tendência de diminuição na produção de resíduos urbanos. Apesar disso a maioria dos resíduos (57%) da União Europeia continua a seguir para aterro ou incineração.

Os portugueses produziram 440 kg de resíduos urbanos por habitante em 2013, 24% foram incinerados, 13% seguiu para compostagem e apenas 13% para reciclagem. Portugal é o quinto país que menos recicla no grupo dos 28, ficando muito abaixo da média, que é de 28%.

Apesar do aumento de 25% na quantidade de resíduos produzidos entre 1995 e 2013, de 2010 para 2013 ocorreu uma descida significativa, de 516 kg para 440 kg por pessoa, colocando Portugal abaixo da média europeia, que é de 481 kg por pessoa.

O Plano Nacional de Gestão de Resíduos para o horizonte 2014-2020, que estabelece o regime geral aplicável à prevenção, produção e gestão de resíduos, vem preconizar uma mudança do paradigma em matéria de resíduos em Portugal e na Europa, na medida em que estabelece a obrigação dos Estados-Membros elaborarem planos de gestão de resíduos.

Consulte as estatísticas completas do Relatório sobre Resíduos Urbanos na União Europeia.

Veja o projeto de gestão de resíduos que a NOCTULA – Consultores em Ambiente desenvolveu no Palácio do Gelo Shopping em Viseu: www.noctula.pt/?p=773.

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.