Seminário “Conservação de Aves de Rapina”

Ambiente, Blog, Ecossistemas, Espécies, Fauna, Sistemas ecológicosComentários fechados em Seminário “Conservação de Aves de Rapina”385

Nos dias 14 a 16 de Novembro de 2019, decorreu no Cineteatro Municipal de Castro Verde, no distrito de Beja, o Seminário “Conservação de Aves de Rapina”.

O evento foi organizado pela Comissão Organizadora do projeto Life Imperial em parceria com a LPN – Liga de Proteção da Natureza e decorreu no âmbito Projeto LIFE Imperial “Conservação da Águia-Imperial-Ibérica (Aquila adalberti) em Portugal”.

A Águia-Imperial-Ibérica é uma espécie exclusiva da Península Ibérica.

Em Portugal está classificada como “Criticamente em Perigo” e é considerada uma das aves de rapina mais ameaçadas da Europa e uma das mais raras do mundo.

Este seminário consistiu encontro internacional sobre a conservação da Águia-Imperial e outras grandes águias e abutres.

Teve como objetivo a divulgação dos resultados obtidos no âmbito do LIFE Imperial e a troca de conhecimentos e de experiências internacionais, relativas às diversas espécies, que permitirá uma conservação mais eficiente das aves de rapina, particularmente as grandes águias e os abutres.

Programa

O evento incluiu sessões plenárias com oradores convidados, bem como outras atividades, tais como:

  1. saídas de campo;
  2. workshops;
  3. exposições;
  4. alguns momentos culturais.

Principais tópicos abordados durante o Seminário

1) Conservação de aves de rapina incluindo medidas de gestão de habitat;
2) Seguimento remoto e conservação de aves de rapina;
3) Tratamento e recuperação de aves de rapina;
4) Linhas elétricas e o perigo de eletrocussão;
5) Uso ilegal de venenos;
6) Educação, sensibilização e envolvimento de partes interessadas;
7) Outros temas relevantes para a conservação das aves de rapina;

blico-Alvo

Este seminário destinou-se a investigadores, biólogos, veterinários, estudantes, autoridades e público em geral.

Oradores 

1) Miguel Ferrer

É professor investigador do Conselho Nacional de Pesquisa de Espanha (CSIC) e trabalha na Estação Biológica de Doñana (EBD). É ainda diretor da “Raptor Research Foundation” (US) desde 1998.

2) José Rafael Garrido

Trabalha na área de biologia da conservação há quase 20 anos, no Governo Regional da Andaluzia.

3) Márton Árvay

Trabalha com a MME Birdlife Hungary no projeto LIFE Pannon Eagle. Este projeto visa aumentar a população da Águia-Imperial-Oriental (Aquila heliaca) na região biogeográfica da Panónia, diminuindo a mortalidade não-natural.

4) Eunice Sousa

Bióloga doutorada em comunicação e disseminação da ciência. Contribuiu para vários tipos de projetos de comunicação da ciência, incluindo a exposição “Evolução de Darwin”, a campanha “Charcos com Vida”, o projeto LIFE+ Trachemys e o projeto “Cadeias Alimentares Marítimas”.

5) Fernando González

É diretor do Hospital de Fauna Selvagem do GREFA (Grupo de Rehabilitación de la Fauna Autóctona y su Hábitat), em Madrid, desde 2003. Presta assistência veterinária a vários projetos de reintrodução de Abutre-preto, Águia-real, Águia de Bonelli, Peneireiro-das-torres e Grifo.

As autoridades europeias deram autorização para que as ações de preservação da Águia-Imperial Ibérica fossem prolongadas até 2020.


NOCTULA – Consultores em Ambiente desenvolve trabalhos no âmbito da Monitorização de Sistemas Ecológicosnomeadamente, monitorizações de:

  1. Aves;
  2. Mamíferos terrestres, marinhos e voadores;
  3. Fito e Zooplâncton;
  4. Invertebrados;
  5. Herpetofauna (anfíbios e répteis);
  6. Monitorização de Flora, Vegetação e Habitats.

Veja aqui alguns do trabalhos realizados pela NOCTULA nestas áreas:

1) Monitorização de Tartaranhão-caçador no parque eólico de Negrelo e Guilhado;

2) Atividade e mortalidade de Aves e Quirópteros – Parque Eólico Testos II;

3) Monitorização da Toupeira-de-Água com câmaras de “vídeo-armadilhagem”;

4) Monitorização de Aves e Quirópteros – Sobreequipamento do Parque Eólico Pena Suar;

5) Monitorização de Avifauna, em particular a comunidade de Peneireiro (Falco tinnunculus) – Parque Eólico da Maunça.

Caso necessite de algum serviço na área da Monitorização de Sistemas Ecológicos, não hesite em contactar-nos: 232 436 000.


Fontes: LPN, Life Imperial

Imagem de destaque: Águia-imperial-ibérica – Fonte: www.flickr.com

Related Posts