fbpx

Avaliação de Impacte Ambiental obrigatória em projetos de gás de xisto

O Governo aprovou, em reunião do Conselho de Ministros, uma alteração ao Regime Jurídico da Avaliação de Impacte Ambiental dos projetos públicos e privados suscetíveis de produzirem efeitos significativos no ambiente, transpondo a diretiva da União Europeia relativa à avaliação dos efeitos de determinados projetos públicos e privados no ambiente.

De entre as principais alterações, destaca-se a relativa à prospeção, pesquisa, desenvolvimento e produção de petróleo no que se refere a projetos de hidrocarbonetos não convencionais, para as situações em que se recorre à técnica de fraturação hidráulica, comummente utilizada para a extração de gás de xisto.

Com o novo regime, os projetos de hidrocarbonetos não convencionais passam a estar sujeitos a avaliação de impacte ambiental, desde a fase de sondagens de pesquisa, até à efetiva extração.

As atividades relacionadas com os hidrocarbonetos não convencionais, designadamente gás de xisto, recorrem a técnicas cujo impacte ambiental associado é ainda pouco conhecido. Por este motivo, justifica-se o reforço da precaução, alargando a avaliação de impacte ambiental a todas as fases de desenvolvimento de projetos de hidrocarbonetos não convencionais.

O gás de xisto é um gás natural encontrado no interior de um tipo poroso de rocha sedimentar denominado xisto argiloso.

A extração deste tipo de gás é polémica, pois o processo de fraturação hidráulica (fracking, em inglês) pode gerar contaminação de lençóis freáticos e da água potável que os cidadãos consomem. A fraturação hidráulica é uma técnica de perfuração que consiste em injetar grandes volumes de água, sob pressão e com a adição de areia e químicos, provocando fraturas para extração do gás do subsolo.

Estudo de Incidências Ambientais da Central Fotovoltaica de Ovar e o RECAPE do Parque Eólico do Guardão são dois exemplos dos projetos nos quais a NOCTULA – Consultores em Ambiente esteve envolvida.

Se precisar de algum serviço na área da Avaliação de Impacte Ambiental não hesite em contactar-nos: 232 436 000.

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.