fbpx

Uso e Potencialidades da Armadilhagem Fotográfica em Estudos de Ecologia e Monitorização de Fauna Silvestre

As monitorizações dos sistemas ecológicos contribuem para aumentar os conhecimentos sobre a ecologia e a distribuição das espécies.

Na última década, os investimentos privados nas energias renováveis e os planos de monitorização que lhes estiveram associados nas fases de pré-construção, construção e exploração, permitiram acumular um conhecimento gigantesco acerca da fauna e da flora do nosso país.

Com o objetivo de aprofundar conhecimentos técnicos e científicos sobre o uso da armadilhagem fotográfica como ferramenta de estudo e monitorização de populações de fauna silvestre, em particular mamíferos e aves, a Palombar – Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural  organizou a 2ª edição do curso “Uso e Potencialidades da Armadilhagem Fotográfica em Estudos de Ecologia e Monitorização de Fauna Silvestre”.

O curso decorreu entre os dias 10 a 13 de fevereiro de 2020, no PINTA – Parque Ibérico de Natureza e Aventura de Vimioso, no distrito de Bragança. A organização contou com a parceria do Instituto de Investigación en Recursos Cinegéticos – Universidad de Castilla-La Mancha (IREC, CSIC-UCLM-JCCM) e a Unidad Mixta de Investigación en Biodiversidad – Universidad de Oviedo (UMIB, UO-CSIC-PA), ambos em Espanha.

Temas abordados

Generalidades sobre câmaras de armadilhagem fotográfica 

  1. Funcionamento e utilidades;
  2. Modelos e características;
  3. Seleção de lugares para colocação;
  4. Erros e conselhos;
  5. Estudo de populações de fauna silvestre através de armadilhagem fotográfica;
  6. Extração de metadados das fotos;
  7. Componente prática: colocação de câmaras e análise de dados.

 

Casos de estudo (mamíferos)

  1. Estudo de padrões de atividade;
  2. Estudo de interações entre espécies;
  3. Estimativas de densidade populacional através de armadilhagem fotográfica;
  4. Introdução aos Random Encounter Models (REM);
  5. Componente prática: análise de dados.

 

Casos de estudo (vertebrados necrófagos)

  1. Presença/Ausência: caracterização de comunidades de vertebrados necrófagos;
  2. Quantificação de funções ecológicas: estimativas de consumo de cadáveres;
  3. Gestão de cadáveres: implementação e monitorização de regulamentos e informação útil para a gestão adaptativa;
  4. Componente prática: análise de dados.

 

Saída de Campo

  1. Centro de Interpretação dos Pombais Tradicionais;
  2. Rede Natura 2000 – Zona de Proteção Especial (ZPE) ‘Rios Sabor e Maçãs’ (PTZPE0037).

 

Fonte: Palombar

A NOCTULA – Consultores em Ambiente realiza várias monitorizações ambientais, nomeadamente Monitorização de Sistemas Ecológicos:

 

Alguns trabalhos realizados pela nossa equipa no âmbito da Monitorização de Sistemas Ecológicos:

 

Caso necessite de algum serviço na área da Monitorização de Sistemas Ecológicos, não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.