Monitorizações de Avifauna e Quirópteros – Parque Eólico da Raposeira (Fase de Exploração)

Ambiente, Blog, Energia Eólica, Energias Renováveis, Monitorização da avifauna, Monitorização de Sistemas Ecológicos, Projetos, Sistemas ecológicosComentários fechados em Monitorizações de Avifauna e Quirópteros – Parque Eólico da Raposeira (Fase de Exploração)454

A NOCTULA – Consultores em Ambiente é responsável pela coordenação de um conjunto de monitorizações efetuadas no âmbito do projeto do Parque Eólico (PE) da Raposeira (Fase de Exploração), localizado no concelho de Vila do Bispo, distrito de Faro.

Atualmente decorrem no Parque Eólico da Raposeira as seguintes monitorizações:

  1. Monitorização de Aves Planadores Migradoras;
  2. Monitorização de Aves no geral;
  3. Monitorização de Quirópteros (morcegos).

As Monitorizações realizadas pretendem dar cumprimento às indicações da Declaração de Impacte Ambiental do projeto do PE da Raposeira.

Objetivos do Plano de Monitorização de Aves Planadoras:

1) Conhecer as condições que determinam os movimentos de aves planadoras nas regiões da Raposeira e Sagres e a perturbação induzida pelo projeto no fenómeno migratório;

2) Identificar movimentos relevantes de migração de aves planadoras e prever medidas de minimização adequadas;

3) Estabelecer modelos de previsão da ocorrência de várias espécies na região e definição dos períodos de paragem dos aerogeradores.

A área do projeto situa-se na região mais importante de Portugal para a migração de aves planadoras (aves de rapina, corvo e cegonhas) e, ainda de passeriformes e outras aves migradoras como abelharucos e andorinhões.

De acordo com estudos na região, o número de aves planadoras que ocorrem na área de estudo, e envolvente próxima, durante o período de migração outonal, chega a atingir valores próximos de 4 000 indivíduos, pertencentes a todas as espécies de aves de rapina que ocorrem em Portugal.

Objetivos do Plano de Monitorização de Quirópteros:

1) Determinar a variação da utilização da área de implantação do Parque Eólico, ao longo do tempo, por parte da comunidade de morcegos (potencial influência dos aerogeradores na utilização do espaço);

2) Analisar a potencial afetação de abrigos;

3) Determinar a mortalidade resultante do funcionamento dos aerogeradores;

4) Verificar se as medidas de minimização implementadas estão a surtir os efeitos esperados.

Objetivos do Plano Geral de Monitorização de Avifauna:

1) Avaliar os impactes provocados em termos de mortalidade e perturbação durante a fase de exploração do parque eólico sobre a comunidade de aves não planadoras.

2) Monitorizar a eficácia de todas as medidas de minimização propostas para diminuir a mortalidade causada pelos aerogeradores e avaliar a possibilidade de alteração ou alargamento das medidas tomadas.

A NOCTULA também foi responsável pela Gestão ambiental, coordenação de segurança e acompanhamento arqueológico em obra durante a Fase de Construção deste Parque Eólico.

A nossa equipa foi ainda responsável pela coordenação dos trabalhos de Monitorização do Ambiente Sonoro.


Veja outros trabalhos realizados pela NOCTULA – Consultores em Ambiente:

1) Monitorização de morcegos – parque eólico do Sobrado

2) Prospeção de mortalidade de aves e quirópteros – Parque eólico da Lameira (projeto de extensão de pás dos aerogeradores)

3) Monitorização de Flora RELAPE, Avifauna e Quirópteros – Parque Eólico do Guardão e Linha de Transporte de Energia – Fase de construção e exploração

4) Monitorização da mortalidade de aves e quirópteros – parque eólico da Serra d’el Rei – Peniche

5) Atividade e mortalidade de Aves e Quirópteros – Parque Eólico Testos II


Caso necessite de algum serviço nesta área não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: [email protected].

Related Posts