Projeto português LIFE Berlengas nomeado para o Prémio Europeu Natura 2000

Ambiente, Biodiversidade, Blog, Ecossistemas, sustentabilidadeComentários fechados em Projeto português LIFE Berlengas nomeado para o Prémio Europeu Natura 2000359

O projeto português LIFE Berlengas, coordenado pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), é um dos 5 finalistas do prémio Europeu Natura 2000 na categoria “Conservação”.

Prémio Natura 2000 foi criado pela Comissão Europeia para promover as melhores práticas para a conservação da natureza na Europa.

Os projetos nomeados estão divididos em 5 categorias (Comunicação, Benefícios Sócio-Económicos, Conservação, Reconciliação de interesses e Cooperação transfronteiriça). Serão avaliados por um júri que irá revelar os vencedores a 14 de Outubro, em Bruxelas.

Também poderá votar online no seu projeto favorito!

Todos os projetos vão a votação do público até dia 15 de Setembro, podendo ganhar o prémio European Natura 2000 Citizens’ Award (Prémio Europeu Natura 2000 para os Cidadãos).

Para votar no projeto LIFE Berlengas clique AQUI.

O LIFE Berlengas decorreu entre 2014 e 2019 no arquipélago das Berlengas. A equipa que trabalhou neste projeto desenvolveu uma série de ações de conservação no âmbito de um projeto LIFE Nature, para restaurar habitats valiosos, plantas endémicas e populações de aves marinhas, que fazem parte da rede Natura 2000. Apesar de seu isolamento, este arquipélago está ameaçado por vários fatores:

  1. presença de espécies exóticas invasoras;
  2. uma população abundante de gaivota de pernas amarelas (Larus michahellis);
  3. um crescente impacto do turismo não regulamentado.

A organização não governamental responsável pela entrega deste prémio, reconhece o sucesso das ações de recuperação de habitat na ilha das Berlengas. Desde 2014, foram implementadas várias medidas para restaurar o ecossistema insular, que incluíram:

1) a erradicação de ratos pretos que atacam pintos e ovos de aves marinhas;

2) erradicação de coelhos responsáveis ​​pela destruição da vegetação nativa;

3) a população de gaivotas de pernas amarelas também foi controlada;

4) cerca de 90% da área coberta pelo figo-quente invasor (Carpobrotus edulis), também conhecido por chorão-da-praia, foi desmatada manualmente, através de trabalho voluntário, permitindo a expansão de plantas e habitats nativos raros;

5) foram construídos 160 ninhos artificiais para a cagarra (Calonectris borealis) e Roque-de-castro (Oceanodroma castro), levando a um aumento quase imediato do seu sucesso reprodutivo;

6) caracterização dos visitantes e criação de um barómetros de visitação, desenvolvido para monitorar o número de visitantes e informar sobre os esforços de conservação, a fim de aumentar a consciencialização sobre a fragilidade do habitat natural daquela zona. Estas medidas permitiram tomar decisões sobre a gestão dos visitantes. Em 2019, isso levou à publicação de uma portaria que define e limita o número de pessoas por área terrestre. A Reserva Natural das Berlengas é atualmente uma Área Protegida.

O projeto Life Berlengas, foi co-financiado por fundos europeus e teve a parceria do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), da Câmara Municipal de Peniche e da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH).

Conheça também o World upside down: knowing and preserving bats, outro projeto português finalista nos prémio da Rede Natura 2000, nomeado na categoria “Comunicação”.


NOCTULA – Consultores em Ambiente desenvolve trabalhos no âmbito da Monitorização de Sistemas Ecológicosnomeadamente, monitorizações de:

  1. Aves;
  2. Mamíferos terrestres, marinhos e voadores;
  3. Fito e Zooplâncton;
  4. Invertebrados;
  5. Herpetofauna (anfíbios e répteis);
  6. Monitorização de Flora, Vegetação e Habitats.

Conheça alguns trabalhos realizados pela nossa equipa nestas áreas:

1) Monitorização de Tartaranhão-caçador no Parque Eólico de Negrelo e Guilhado;

2) Atividade e mortalidade de Aves e Quirópteros – Parque Eólico Testos II;

3) Monitorização de Aves e Quirópteros – Sobreequipamento do Parque Eólico Pena Suar;

4) Monitorização de Avifauna, em particular a comunidade de Peneireiro (Falco tinnunculus) – Parque Eólico da Maunça

5) Monitorização de Aves Migradoras Planadoras e Quirópteros – Parque Eólico Picos Verdes I

Caso necessite de algum serviço na área da Monitorização de Sistemas Ecológicos, não hesite em contactar-nos: 232 436 000.


Fontes: SPEA, natura2000award

Imagem de destaque: natura2000award

Related Posts