Palestra-Pedro-Silva-Santos monitorização de sistemas ecológicos

Monitorização de Fauna: Uma obrigação ou a última oportunidade para…

BlogComentários fechados em Monitorização de Fauna: Uma obrigação ou a última oportunidade para…1896

Na última década, os investimentos privados nas energias renováveis e os planos de monitorização que lhes estiveram associados nas fases de pré-construção, construção e exploração, permitiram acumular um conhecimento gigantesco acerca da fauna e da flora do nosso país.

Noutros países da Europa, as monitorizações dos sistemas ecológicos contribuíram igualmente para aprofundar os conhecimentos sobre a ecologia e a distribuição das espécies. Por exemplo, ao nível das populações de morcegos existem relatórios que mostram que estas aumentaram mais de 40% nos últimos 20 anos.

morcegos

Morcegos durante hibernação.

Será que as populações de morcegos aumentaram assim tanto? Não terá havido muito mais equipas de campo a estudar grupos de fauna que durante décadas quase ninguém estudou? Além disso, para que servem tantos dados recolhidos nos programas de monitorização? Conclui-se que alguns projetos criam um efeito de exclusão, outros fragmentam os habitats mas depois… nada se faz em relação a isso.

Se não existe corço, lobo, javali, coelho ou aves de rapina, porque não criamos zonas de alimentação e de refúgio para que estas espécies possam prosperar? Porque insistimos em monitorizar, publicar os dados em relatórios técnicos e artigos científicos e ignorar o que realmente falta fazer?

Palestra “Monitorização de Fauna: Uma obrigação ou a última oportunidade para…” com Pedro Silva-Santos decorreu dia 29 de abril no Instituto Superior de Educação e Ciências.

Related Posts