fbpx

Monitorizações de Quirópteros – Parque Eólico de Falperra – Rechãzinha

A NOCTULA – Consultores em Ambiente foi a empresa responsável pela coordenação do plano de monitorizações de quirópteros (morcegos) no âmbito do projeto de exploração do Parque Eólico de Falperra – Rechãzinha, situado no distrito de Vila Real.

O Parque Eólico (PE) de Falperra-Rechãzinha é constituído por 22 aerogeradores (com 2,0 MW de potência unitária). A área de implantação do Parque Eólico de Falperra-Rechãzinha encontra-se enquadrado em Área Sensível da Rede Natura 2000: Sítios de Interesse Comunitário “Alvão/Marão” (PTCON0061).

Os quirópteros constituem cerca de ¼ do total de espécies de mamíferos. Nos últimos anos, o declínio das populações de certas espécies e a consciencialização de que muitas delas estão entre os animais mais ameaçados, levou a que ocupassem lugar de destaque ao nível da sua conservação. 

De forma a garantir a sua conservação é necessário elaborar planos de monitorização que assegurem a continuidade das espécies.

Este Plano de Monitorização de Quirópteros, com uma duração de 2 anos durante a fase de exploração, teve como objetivo aavaliação dos efeitos do funcionamento do parque eólico sobre a comunidade de quirópteros que inclui:

  • A determinação da variação da utilização da área de implantação do PE, ao longo do tempo, por parte destes mamíferos voadores (potencial influência dos aerogeradores na utilização do espaço);
  • A determinação da mortalidade resultante do funcionamento dos aerogeradores;
  • A avaliação da eficácia de medidas de minimização implementadas relativamente aos efeitos esperados.
Parâmetros monitorizados:

Na área do projeto, e na sua envolvente próxima, serão efetuados 2 tipos de amostragem:

  • Avaliação da atividade de quirópteros na área de implantação do PE de Falperra-Rechãzinha e em áreas controlo, através de escutas noturnas com recurso a detetores de ultrassons;
  • Estimativa da mortalidade de quirópteros provocada pelo funcionamento dos aerogeradores.

De acordo com as orientações gerais fornecidas pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas – ICNF, considera-se importante a monitorização dos seguintes parâmetros:

  • Diversidade específica: identificação das espécies que ocorrem na área de influência do projeto e em áreas controlo;
  • Atividade: contagem do número de passagens de quirópteros, na área de implantação do projeto e em áreas controlo;
  • Mortalidade: contagem do número de cadáveres de quirópteros em torno dos aerogeradores;
  • Causas de morte: determinação da provável causa de morte dos cadáveres encontrados.

 

Este plano de monitorização dá cumprimento ao previsto no Decreto-Lei n.º 151-B/2013, de 31 de outubro, alterado pelo Decreto-Lei n.º 47/2014, de 24 de março, pelo Decreto-Lei n.º 179/2015, de 27 de agosto, por sua vez alterado pelo Decreto-Lei n.º 37/2017, de 2 de junho.

As metodologias utilizadas no presente plano de monitorização têm por base as recomendações do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) e as diretrizes inscritas no Guia Metodológico para a Avaliação de Impacte Ambiental de Parques Eólicos (APA, 2010).

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.