fbpx

Morcego-da-Madeira já tem projeto de conservação

O Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) da Região Autónoma da Madeira, em parceria com a Madeira Fauna & Flora, lançaram um projeto de conservação para a espécie Pipistrellus maderensis (Morcego-da-madeira).

O projeto está em curso até agosto de 2022 e tem como objetivo delinear um plano de ação para a recuperação e estabilização desta espécie, que atualmente está classificada com o estatuto “Em Perigo de Extinção”.

O morcego-da-Madeira trata-se da única espécie de mamífero endémico do arquipélago da Madeira e é um dos morcegos mais pequenos que habitam as regiões biogeográficas da Europa.

Duarte Barreto, coordenador do projeto e responsável no IFCN, explica que no último Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal, publicado em 2005, estimava-se uma população com apenas 1.000 indivíduos adultos na ilha da Madeira e cerca de 50 adultos na ilha de Porto Santo. Atualmente este morcego está distribuído um pouco por toda a ilha da Madeira, mas os números decresceram muito, segundo dados do IFCN, entidade que é o ponto focal do EUROBATS (Acordo sobre a Conservação das Populações de Morcegos Europeus).

O Acordo EUROBATS foi ratificado por Portugal em 1995, no âmbito da Convenção sobre a Conservação das Espécies Migradoras Pertencentes à Fauna Selvagem (Convenção de Bona) e baseia-se, de forma geral, no reconhecimento do estatuto de conservação desfavorável dos morcegos e das ameaças que enfrentam. 

Este acordo visa proteger todas as 51 espécies europeias de morcegos, através da legislação, educação, medidas de conservação e cooperação internacional.

Em que consiste o projeto de conservação do Morcego-da-Madeira?

O projeto surgiu na sequência de uma oportunidade de financiamento ao abrigo do projeto LIFE4BEST‐ORsSupporting biodiversity action in the EU’s Outermost Regions”, destinado às regiões ultraperiféricas e ultramarinas da UE para a conservação da sua biodiversidade.

Existe pouco conhecimento sobre a ecologia e sobre as ameaças que o morcego-da-Madeira enfrenta. Por isso, no âmbito deste projeto, será instalada uma rede de detetores de ultrassons automáticos em zonas de Laurissilva primária, distante da influência humana, para perceber a importância que a Floresta Laurissilva tem para o morcego-da-Madeira. As equipas vão avaliar a existência de áreas de alimentação e corredores de voo na floresta.

Segundo os responsáveis pelo projeto, os dados acústicos recolhidos, serão analisados em software próprio de forma a diferenciar o morcego da Madeira das outras espécies de morcegos que poderão existir na área de estudo.

Para a deteção de abrigos será usado equipamentos de visão térmica, que permite cobrir grandes áreas de floresta em pouco tempo e encontrar animais que estejam abrigados.

Conservação das espécies de morcegos

São muitas as espécies de morcegos que estão com problemas e precisam de ajuda para sobreviver. Há dezenas de espécies de morcegos protegidas pela CMS – Convention on the Conservation of Migratory Species of Wild Animals e EUROBATS – Agreement on the Conservation of Populations of European Bats, mas é necessário fazer mais para garantir a sobrevivência dos morcegos em todo o mundo.

Com o surgimento pandemia provocada pelo coronavírus e a sua associação aos morcegos, várias espécies ficaram ainda mais vulneráveis e ameaçadas, uma situação que afetou negativamente o estado de conservação das populações de morcegos.

Para perceber melhor, os inúmeros benefícios das populações dos morcegos nos ecossistemas, veja o vídeo em baixo partilhado pelo IFCN.

NOCTULA – Consultores em Ambiente presta serviços de monitorização, mitigação e investigação de quirópteros (morcegos), através das mais inovadoras metodologias de monitorização de sistemas ecológicos:

  • Monitorização endoscópica de abrigos;
  • Monitorização de abrigos cavernículas e de edifícios;
  • Monitorização acústica.

 

Para além destes serviços, também elaboramos e implementamos planos de gestão específicos para morcegos e medidas de minimização e compensatórias de impactes. Conheça alguns dos nossos projetos neste âmbito:

 

Caso necessite de algum serviço nestas áreas não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.