Projeto Sentinelas lança e-book “Estratégias de Combate ao Uso Ilegal de Venenos em Portugal”

Ambiente, Biodiversidade, Blog, Ecossistemas, Fauna, Monitorização de Sistemas EcológicosComentários fechados em Projeto Sentinelas lança e-book “Estratégias de Combate ao Uso Ilegal de Venenos em Portugal”315

A organização não governamental de ambiente Palombar – Conservação da Natureza e do Património Rural, no âmbito do projeto Sentinelas – Rede de Monitorização de Ameaças para a Fauna Silvestre, lançou recentemente o livro Estratégias de Combate ao Uso Ilegal de Venenos em Portugal”, em formato e-book, que revela as estratégias atuais de combate ao furtivismo no país, com foco na luta contra o uso ilegal de venenos, abordando também todos os procedimentos que constam do Novo Protocolo do Programa Antídoto Portugal.

O e-book está disponível gratuitamente no site da Palombar e do projeto Sentinelas.

Este livro em formato e-book apresenta vários dados estatísticos e informação relevante sobre:

  1. a luta contra o furtivismo em Portugal e também no norte de Espanha;
  2. as ações implementadas no contexto dos projetos LIFE Imperial e LIFE Rupis;
  3. o funcionamento do Sistema de Monitorização de Lobos Mortos (SMLM);
  4. a importância do exame pós-morte em casos de envenenamento;
  5. os procedimentos do Novo Protocolo do Programa Antídoto Portugal;
  6. a atuação dos binómios de deteção de veneno da GNR;
  7. o projeto Sentinelas – Rede de Monitorização de Ameaças para a Fauna Silvestre;
  8. a rede contra o furtivismo implementada no norte de Espanha.

Este e-book foi produzido na sequência da realização da Jornada Técnica “Estratégias de Combate ao Uso Ilegal de Venenos em Portugal”, organizada pela Palombar em dezembro de 2019, no contexto do projeto Sentinelas, em colaboração com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e com o apoio do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG). Esta Jornada Técnica reuniu as principais entidades envolvidas no combate ao uso ilegal de venenos e outras formas de furtivismo em Portugal.

Projeto Sentinelas é reforçado para criar rede de monitorização de ameaças para a fauna silvestre

Em setembro de 2020, o Fundo Ambiental – Ministério do Ambiente e da Ação Climática aprovou o projeto “Avaliação da Vulnerabilidade da Fauna Silvestre ao Uso Ilegal de Venenos e Reforço da Rede de Sentinelas contra o Furtivismo” da Palombar, desenvolvido em parceria com a Universidade de Oviedo (Espanha), o qual veio reforçar e integrar o projeto Sentinelas.

Este reforço permitirá criar uma rede abrangente e robusta para a deteção de ameaças contra espécies de fauna silvestres relacionadas com o furtivismo em Portugal, englobando ferramentas e métodos interdisciplinares para monitorização e avaliação de riscos neste âmbito.


NOCTULA – Consultores em Ambiente presta serviços especializados de monitorização, mitigação e investigação para aves aquáticas e marinhas, aves de rapina, passeriformes em geral, aves de montanha, estepárias e noturnas.

Metodologias:

  1. Censos de aves (transectos, pontos fixos, método dos mapas, emissão de vocalizações conspecíficas (também designado por “chamamentos de aves noturnas”));
  2. Bioacústica (monitorização e avaliação do impacte do ruído e da perturbação em bioindicadores);
  3. Radio-tracking e seguimento por satélite.

Conheça alguns dos trabalhos já realizados neste âmbito:

  1. Monitorização de Tartaranhão-caçador no parque eólico de Negrelo e Guilhado;
  2. Monitorização de Sistemas Ecológicos no parque eólico de São Macário II;
  3. Monitorização de avifauna e quirópteros no Parque Eólico do Guardão – Fase de pré-construção;
  4. Monitorização de aves e quirópteros no parque eólico Enerfer I.

Caso necessite de algum serviço nesta área não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.


Fonte: ICNF

Imagem de destaque: Retirada do site oficial do associação Palombar

Related Posts