Avifauna e Quirópteros – Fase de construção do Parque Eólico de Penacova

Ambiente, Blog, Energia Eólica, Energias Renováveis, Fauna, Monitorização da avifauna, Monitorização de Sistemas Ecológicos, ProjetosComentários fechados em Avifauna e Quirópteros – Fase de construção do Parque Eólico de Penacova329

NOCTULA – Consultores em Ambiente é a empresa responsável pela coordenação dos trabalhos de monitorização de Avifauna e Quirópteros, durante a fase de construção do Parque Eólico de Penacova.

O Parque Eólico de Penacova será composto por 13 aerogeradores com potência unitária de 3,6 MW, o que totalizará uma potência instalada de 47 MW.

A área de implantação do Parque Eólico encontra-se fora de qualquer área com estatuto de conservação, enquadráveis na área Natura 2000 e Rede Nacional de Áreas Protegidas.

Finalizadas as campanhas de monitorização durante a fase de pré-construção (Ano 0), a continuidade das mesmas, é de extrema importância, uma vez que os resultados obtidos permitirão analisar e avaliar os impactes resultantes da instalação do Parque Eólico de Penacova e da Linha de Ligação Elétrica sobre estes grupos faunísticos.

Monitorização da Avifauna – Metodologia

A monitorização da avifauna (comunidade em geral) terá por base a realização de pontos de escuta/observação de aves.

Será monitorizada a área do parque eólico e uma área controlo, coincidentes com as amostradas em fase de pré-construção. Serão ainda realizados pontos de observação de rapinas/planadoras, igualmente coincidentes com os realizados em pré-construção.

A monitorização da avifauna do Parque Eólico basear-se-á na realização de campanhas ao longo do ano, em quatro períodos fenológicos:

  1. Reprodução (março a junho);
  2. Dispersão pós-reprodutora (julho e agosto); Migração (agosto a outubro);
  3. Invernada (dezembro a fevereiro).

Monitorização de Quirópteros –  Metodologia

A metodologia geral de monitorização dos quirópteros terá por base a realização de campanhas de monitorização de abrigos.

A avaliação da ocupação sazonal dos abrigos em fase de construção decorrerá em todas as épocas críticas do ano:

  1. período de hibernação;
  2. período de maternidade da espécie M. myotis;
  3. período de maternidade das outras espécies.

As campanhas de monitorização a aplicar durante a fase de construção e, posteriormente na fase de exploração, permitirão monitorizar continuamente estes descritores. A informação recolhida permitirá estabelecer análises comparativas com as monitorizações já realizadas (fase de pré-construção) e com a fase subsequente do projeto (fase de exploração).


Veja outros trabalhos realizados pela NOCTULA – Consultores em Ambiente:

1) Monitorização de Aves e Quirópteros no Parque Eólico de Penacova – Fase de pré-construção;

2) Monitorização de Avifauna – Parque Eólico da Maunça (fase de construção);

3) Monitorização de Aves e Quirópteros – Sobreequipamento do Parque Eólico Pena Suar;

4) Monitorizações de Quirópteros – Parque Eólico de Falperra – Rechãzinha.

Caso necessite de algum serviço nesta área não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

Related Posts