fbpx

Como utilizar os recursos hídricos de uma forma mais responsável e eficiente? O ‘Hidro’ explica…

A curta-metragem animada Aquametragem, dirigida pela Engª do ambiente Marina Lobo, foi a vencedora da categoria “Proteger o nosso planeta” no Festival de Filmes ODSs em Ação, organizado pela Organização das Nações Unidas (ONU). Esta é a maior competição no âmbito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, adotada por todos os Estados Membros das Nações Unidas em 2015, fornece um plano de paz e prosperidade para as pessoas e o planeta, agora e no futuro. O principal foco são os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que consistem num apelo urgente à ação de todos os países, desenvolvidos e em desenvolvimento. Eles reconhecem que o fim da pobreza e de outras privações deve acompanhar as estratégias que melhoram a saúde e a educação, reduzem a desigualdade e estimulam o crescimento económico enquanto combatem as mudanças climáticas e trabalham para preservar nossos oceanos e florestas.

O objetivo nº 6 dos ODSs tem como meta alcançar o acesso universal e equitativo a água potável e segura para todos até 2030.

Esta instrutiva animação foi produzida com o objetivo de sensibilizar o mundo para uma mudança de comportamentos no consumo e uso eficiente da água, como forma de contribuição para uma maior sustentabilidade hídrica.

“O processo de criação foi um bocadinho inspirado nos meus filhos.  Ao olhar para eles e sentir que eu quero muito que eles tenham acesso à água como eu tenho, que para nós é uma coisa quase que garantida e, corremos o risco que deixe de ser. Então achei que se eu tentasse contar uma história que passasse por aí, por sensibilizar as pessoas e os filhos delas. Se nós pais e as gerações de agora não cuidarem da água, os nossos filhos não vão ter esse acesso que nós temos”, explica a A Engª Marina.

No vídeo, Hidro, o protagonista desta animação e a sua família, têm acesso a uma fonte potável de água, mas comete muitos erros na sua utilização, como por exemplo:

  • lavar o carro de mangueira;
  • demorar demasiado tempo no banho;
  • contribuir para a poluição através da emissão de gases poluentes ao tratar a água utilizada.

 

No entanto, com o decorrer da história, Hidro e a sua família aprendem com os erros e passam a valorizar a importância de utilizar este recurso finito e escasso de uma forma sustentável.

Para além da chamada de atenção para o desperdício deste recurso, o vídeo também faz uma abordagem sustentável ao problema baseada nos 5Rs do uso da água:

  • reduzir o consumo,
  • reduzir o desperdício,
  • reutilizar, reciclar e recorrer a origens alternativas.

 

A Aquametragem é uma produção da Lisboa E-Nova – Agência de Energia e Ambiente de Lisboa em parceria com a EGEAC, a empresa Municipal responsável pela gestão de equipamentos culturais de Lisboa e foi financiada pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente.

A NOCTULA – Consultores em Ambiente já coordenou vários estudos ambientais para o setor da energia hídrica, tendo sido responsável pelo estudo de quirópteros (atividade noturna e ocupação de abrigos) no âmbito da elaboração do Relatório de Conformidade Ambiental do projeto de Execução (RECAPE) do Aproveitamento Hidroelétrico de Fridão. Este trabalho permitiu definir medidas compensatórias e/ou de minimização dos impactes que o Aproveitamento Hidroelétrico teria nestas espécies de morcegos.

A equipa da NOCTULA foi também responsável pela coordenação de uma série de monitorizações realizadas durante as fases de pré-construção (Ano 0), construção e exploração (Ano I) do Aproveitamento Hidroelétrico (A.H) do Mel.

 

Fomos ainda responsáveis pela coordenação de uma série de monitorizações previstas durante a fase de pré-construção do Aproveitamento Hidroelétrico de Pisões.

Caso necessite de algum serviço nestas áreas não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

… o que interessa deve ser partilhado!

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.