central fotovoltaica da marinha ovar

Energias renováveis quase triplicam em 10 anos

Blog, Energias RenováveisComentários fechados em Energias renováveis quase triplicam em 10 anos1592

Nos últimos dez anos o número de países com aproveitamento de energias renováveis praticamente triplicou, tendo passado de 48, em 2004, para mais de 140, em 2014.

A organização REN 21 (Renewable Energy Policy Network for the 21st Century) desenvolveu um estudo sobre o estado das energias renováveis no mundo em 2014, no qual destaca o facto de ter sido na Europa que mais se assistiu à incorporação de energia produzida com base em fontes renováveis, ao longo dos últimos dez anos.

paineis fotovoltaicos solares energias renovaveis chile

Um dos países que mais cresceu neste domínio foi precisamente Portugal, que ainda hoje ocupa a quarta posição a nível europeu, no que respeita à percentagem de eletricidade verde consumida face ao total da energia elétrica que nos chega a casa e às empresas.

Em 2013, 13% da eletricidade consumida no mundo foi produzida a partir de fontes renováveis, com especial destaque para a biomassa, que foi responsável por quase metade dessa fatia.

Portugal ocupa a quarta posição a nível europeu.

Em termos de volume de investimento, a REN 21, conclui que em 2004 foram aplicados 31,6 mil milhões de euros no setor das renováveis. Em 2013 os montantes ascenderam a 171,8 mil milhões de euros.

A China foi claramente o país que mais investiu, com um total de 45,1 mil milhões de euros. Muito acima da Europa no seu todo, que mesmo assim rondou os 39 mil milhões de euros.

parque eólico central eólica aerogeradores sobreequipamento

Enquanto que há dez anos se instalaram 30 mil megawatts (MW) de potência renovável, em 2013 foram instalados quase 121 mil MW. Na última década, aliás, este foi o ano em que mais se cresceu em renováveis à escala mundial.

A maior taxa de crescimento anual, em 2013, foi para o segmento do solar fotovoltaico, com um aumento de 28%.

Este aumento de investimento nas energias renováveis cria também um aumento no número de postos de trabalho. Segundo o estudo conduzido pela Deloitte, em parceria com a Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN), as energias renováveis podem criar 67 mil empregos.


A NOCTULA – Consultores em Ambiente foi responsável pela elaboração do Estudo de Incidências Ambientais (EIncA) relativo ao projeto da Central Fotovoltaica em Ovar, um projeto que evitará a emissão para a atmosfera de 1300 toneladas de CO2 por ano. Conheça os nossos serviços na área das energias renováveis.


Fonte: Expresso

Related Posts