fbpx

Avistou uma ave exótica? Registe-a no IBISurvey!

O Laboratório de Ornitologia (LabOr) da Universidade de Évora está a desenvolver um projeto pioneiro de ciência cidadã sobre aves exóticas na Europa. 

O projeto consiste no desenvolvimento de uma plataforma online (IBISurvey- Introduced Bird Interaction Survey) para registo de observações de aves exóticas introduzidas na Europa.

Objetivo

Em comunicado, a Universidade de Évora explica que esta plataforma online “pretende conhecer os impactos negativos que algumas espécies exóticas podem exercer no ambiente, com destaque para a Agricultura, Saúde humana ou Economia, nos quais se incluem o consumo de produtos agrícolas ou comportamentos agressivos para com espécies nativas”.

Com o auxílio dos cidadãos, a plataforma IBISurvey pretende identificar “a ocorrência de interações entre indivíduos de aves exóticas e o ambiente, como por exemplo observações de competição por cavidades de nidificação entre espécies exóticas e nativas, destruição de culturas agrícolas ou a dispersão de sementes de plantas exóticas por aves exóticas”

Como pode participar?

Qualquer cidadão europeu pode participar.

O projeto tem uma plataforma online acessível em 6 idiomas europeus onde os cidadãos podem obter informação sobre a identificação, ecologia e distribuição atual na Europa, das 76 espécies selecionadas, bem como familiarizar-se com os seus comportamentos (de reprodução, de alimentação ou sociais) que podem indiciar um impacto no ambiente.

Após identificar a espécie de ave exótica e o seu comportamento, o cidadão pode preencher o registo da observação no questionário que se encontra disponível no site.

Os resultados serão divulgados publicamente em relatórios anuais e em artigos científicos. 

 

Espécies-alvo

O número de espécies-alvo do projeto está atualmente em aberto, uma vez que qualquer espécie de ave exótica que seja observada em liberdade na natureza pode interessar.

No entanto, segundo os responsáveis pelo projeto, estão definidas 76 espécies que têm populações estabelecidas na Europa ou que são frequentemente observadas em liberdade porque escapam ao cativeiro, como por exemplo a caturra (Nymphicus hollandicus).

A juntar a essas espécies, estão incluídas também espécies que apesar de serem nativas na Europa, foram introduzidas em regiões onde não ocorrem naturalmente, como é por exemplo, em Portugal, o caso do cisne-mudo (Cygnus olor). 

 

Espécies de aves exóticas com carácter mais preocupante

 

Espécies de aves que podemos procurar em Portugal

Contam para o projeto todas as “espécies estabelecidas”. Baseados no novo Atlas das Espécies nidificantes na Europa (Keller et al. 2020), os investigadores identificam um mínimo de 11 espécies estabelecidas em Portugal e 39 espécies na Europa.

As 11 espécies estabelecidas em Portugal:

 

Potenciais impactos para o ambiente

Os potenciais impactos das aves exóticas na biodiversidade incluem ameaças às espécies nativas, por exemplo hibridação, competição por locais de nidificação ou predação, ou o favorecimento de outras espécies exóticas, como a dispersão de sementes de plantas exótica.

Fontes: Wilder; labor.uevora

Imagem de destaque: Bico-de-chumbo-malhado (Lonchura punctulata) – Retirada da plataforma Flickr

NOCTULA – Consultores em Ambiente presta serviços especializados de monitorização, mitigação e investigação para aves aquáticas e marinhas, aves de rapina, passeriformes em geral, aves de montanha, estepárias e noturnas.

Metodologias:

  1. Censos de aves (transectos, pontos fixos, método dos mapas, emissão de vocalizações conspecíficas (também designado por “chamamentos de aves noturnas”);
  2. Bioacústica (monitorização e avaliação do impacte do ruído e da perturbação em bioindicadores);
  3. Radio-tracking e seguimento por satélite.

 

Conheça alguns dos trabalhos já realizados neste âmbito:

  1. Monitorização de Tartaranhão-caçador no parque eólico de Negrelo e Guilhado;
  2. Monitorização de Avifauna – Parque Eólico da Maunça (fase de construção);
  3. Monitorização de aves e quirópteros no parque eólico Enerfer I;
  4. Monitorização de avifauna e quirópteros no Parque Eólico do Guardão.

Caso necessite de algum serviço nesta área não hesite em contactar-nos: 232 436 000 ou através do email: info@noctula.pt.

… o que interessa deve ser partilhado!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade para mais informações.